Bunker e galeria de artes na Friedrichstraße


Construído em 1943 por trabalhadores forçados durante o nazismo, o bunker foi pensado para até 2.500 viajantes da companhia Ferroviária do Império. O edifício é simétrico, de planta quadrada, tem uma altura de 18 metros e 1000 m² de área construída. As paredes de concreto armado de até três metros de espessura compreendem cerca de 120 comodos em cinco andares. No início de maio de 1945, no final da guerra, o Exército Vermelho ocupou o bunker que foi usado até 1949 como uma prisão preventiva. Depois o edifício teve vários usos institucionais da DDR, Alemanha do leste, e foi também armazém de artigos têxteis.

Depois da queda do muro, chegou a ser uma boate techno sadomasoquista. As festas que se seguiram como uso do edifício, tiveram que ser interrompidas por que as exigências de segurança e usos não seriam possíveis de atender, devido às suas características construtivas.

A última venda do bunker foi em 2003, para o colecionador de artes Christian Boros. Este construiu sua própria casa na cobertura e os cômodos do bunker se tornaram espaços de exposições de suas coleções de artes, que se renovam a cada 5 anos. Para visitar estas exposições é preciso reservar um tour oferecido pela própria galeria, em alemão ou em inglês. A fila de espera geralmente é longa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *